Adesão contra o HPV ainda é baixa.

Quatro em cada dez meninas e seis em cada dez meninos, com idades entre 13 a 17 anos, não iniciaram a série de vacinas recomendada contra o papilomavírus humano (HPV) nos Estados Unidos, de acordo com os resultados da pesquisa publicados emjulho de 2015 pelos Centros dos EUA para Controle e Prevenção de Doenças.

A pesquisa incluiu 20.827 adolescentes com idades entre 13 a 17 em 2014. As últimas estimativas mostram que 60% das adolescentes e 42% dos rapazes receberam uma ou mais doses da vacina contra HPV em 2014. Este foi um aumento de 3% para as meninas e 8% para os meninos de 2013.

Membros do CDC acreditam que o principal obstáculo para o progresso das campanhas de vacinação é que os médicos não estão fazendo uma recomendação forte o suficiente para os pais em favor da vacina contra o HPV. O CDC está pedindo aos médicos para recomendar vacinas contra o HPV da mesma forma e no mesmo dia se recomendaria outras vacinas rotineiras para adolescentes.

VACINA CONTRA O PAPILOMA VIRUS (HPV)
É uma vacina muito eficaz e com efeito protetor prolongado contra as cepas oncogênicas do vírus, ou seja, as cepas 6,11,16,18 para uma marca de vacina e para outra marca o efeito protetor é para as cepas 16/18 .Esta última já foi liberada para até 55 anos de idade ou mais.
Lembrar sempre de que o HPV é uma doença de transmissão sexual, sendo a vacina sendo indicada para ambos os sexos.
Cinco doenças importantes são beneficiadas pela aplicação da Vacina, a saber:
- Lesões pré-cancerosas da vulva e da vagina relacionadas aos HPV 16 e 18
- Lesões displásicas pré- cancerígenas do colo uterino dos HPV 16 e 18
- Verrugas genitais relacionadas aos HPV 6 e 11
- Lesões penianas pré-cancerosas
- Verrugas Penianas e lesões cancerígenas em língua e na boca.
Além disso, a Vacina oferece proteção cruzada.

O que é proteção cruzada?
É a possibilidade de a vacina neutralizar, de forma cruzada, outras cepas de HPV relacionadas com as que estão contidas na vacina, e que são patogênicas para o colo uterino, como por exemplo, as causadas pelo HPV 31 e 45.

Quais são as indicações da vacina?
Em primeiro lugar, a vacina está formalmente indicada para adolescentes que estão prestes a iniciar a vida sexual. Como a contaminação de Papilomavirus entre os jovens é muito grande, torna-se mandatória a aplicação da Vacina nas adolescentes de 09 a 12 anos de idade.

Mulheres que já tiveram HPV devem tomar a vacina?
Com certeza. Provavelmente tiveram a doença causada por um tipo do vírus. Se tomarem a vacina, ficarão protegidas contra as outras cepas oncogênicas virais.


DE QUALQUER FORMA, DEVEMOS ALERTAR OS JOVENS PARA A IMPORTÂNCIA DO USO DA USAREM A CAMISINHA PARA EVITAR AS DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS.
LEMBRAMOS TAMBÉM QUE O FATO DE TER REALIZADO A VACINAÇÃO CONTRA O HPV, NÃO EXCLUI A NECESSIDADE DE A MULHER FAZER ANUALMENTE O EXAME PREVENTIVO DO CÂNCER, O PAPANICOLAU. PROCURE O SEU GINECOLOGISTA.

Fonte: Morbidity and Mortality Weekly Report (MMWR).